Tilibra rumo ao Aterro Zero com o Biodigestor LFC

Tilibra - Eco Circuito

A líder no segmento de papelaria agora processa resíduos de alimentos com o Biodigestor LFC para cumprir a agenda Aterro Zero. O uso do equipamento tem capacidade de desviar mais de 2 toneladas de resíduos orgânicos por mês dos aterros, e evitar a emissão de mais 8 toneladas de CO2 no período. Entenda mais sobre a parceria e como funciona o processo.

Com mais de 90 anos de mercado e liderança no segmento de papelaria no Brasil, a Tilibra está entre as principais indústrias nacionais. Instalada na cidade de Bauru, no interior de São Paulo, a estrutura fabril da empresa conta com mais de 700 funcionários. 

A companhia, que é referência em sustentabilidade e preservação do meio ambiente, deu um novo — e importante — passo em direção à economia circular e à meta Aterro Zero. 

Diariamente, cerca de 600 refeições são servidas no local, entre café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar. Desde janeiro, através de parceria com a Eco Circuito, todos os resíduos alimentares gerados na empresa são destinados no Biodigestor LFC. O equipamento transforma os resíduos em efluente, destinado para Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). 

Os benefícios potenciais do uso do Biodigestor LFC no processo de descarte de resíduos alimentares na Tilibra são bastante expressivos para o meio ambiente:

Desvio de resíduosorgânicos de aterrosEmissões de CO2evitadas no processo
Por dia70 kgs280 kgs
Por mês2,1 toneladas8 toneladas
Por ano25,2 toneladas100 toneladas
Em 5 anos126 toneladas500+ toneladas

Mais do que contribuir para o aspecto ambiental, o Biodigestor LFC chega à Tilibra com a perspectiva de proporcionar vantagens operacionais, financeiras, e institucionais. Explicamos, a seguir, como funciona o processo e quais são seus principais benefícios.

Tilibra e a sustentabilidade

A preocupação com o meio ambiente está no DNA da Tilibra e abrange desde a obtenção de matérias-primas até a adequação de processos produtivos. Detentora das certificações ISO 9001, 14001 e 50001, a empresa atua em linha com diretrizes e normas internacionais de sustentabilidade:

A Tilibra Produtos de Papelaria Ltda, atuante no mercado nacional e internacional, enquanto empresa responsável proverá os recursos e estrutura necessários – dentro de suas capacidades – visando a melhoria contínua de seus processos, a satisfação das necessidades de seus clientes, a redução dos impactos significativos por ela gerados, e o controle dos riscos oriundos de suas atividades.

Todos os esforços da Tilibra em relação à sustentabilidade são abarcados pelo SGI – Sistema de Gestão Integrada, incorporando as seguintes diretrizes:

  1. Melhoria contínua dos nossos produtos, processos, serviços e do SGI;
  2. Atender a requisitos, sejam eles legais, de clientes e os demais que são aplicáveis;
  3. Recursos e informações disponíveis para atingir metas e objetivos;
  4. Proteção ao meio ambiente incluindo prevenção à poluição, riscos e perigos das atividades desenvolvidas;

Abordagem holística sobre resíduos

Em função do volume de papel utilizado na produção, a Tilibra direciona ações específicas para redução do impacto florestal e detém certificações específicas ao tema. Um exemplo é a FSC® (Forest Stewardship Council® – Conselho de Manejo Florestal). A certificação garante uso de matéria-prima proveniente de “florestas com manejo ambientalmente correto, socialmente justo e economicamente viável”.

Além das iniciativas ligadas ao uso de papel e madeira, a Tilibra também conta com ações voltadas para destinação adequada de resíduos líquidos e sólidos:

  • Na fábrica da Tilibra, em Bauru, há uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) local. Através do recurso, implementado em 2006, antes da criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, tanto resíduos industriais quanto sanitários são tratados antes do descarte.
  • Em todas as unidades (fábrica e escritórios) é praticada coleta seletiva, como forma de assegurar descarte adequado para os resíduos. Papel, plástico e metal são encaminhados para empresas de reciclagem especializadas. Com a instalação do Biodigestor LFC na operação, também os resíduos orgânicos passaram a receber tratamento específico.

Como o Biodigestor LFC está inserido na operação da Tilibra?

O modelo de biodigestor utilizado pela Tilibra é o LFC-70, capaz de absorver 100% dos resíduos alimentares da operação, mesmo em dias de pico. Instalado em área próxima a cozinha, o equipamento opera em ciclo contínuo, sem interrupções, e permite descartes a qualquer momento.  

O equipamento transforma os restos de alimentos depositados em efluente, através de processo 100% natural, que utiliza água e microorganismos para acelerar a decomposição da matéria orgânica. Por estar integrado à ETE local, a destinação deste único subproduto ocorre de forma totalmente automatizada.

Com isso, as etapas de separação, acondicionamento e armazenamento em câmara fria foram eliminadas, assim como o consumo de saco de lixos, a menor frequência e necessidade de higienização da área de resíduos, pois esses não são mais armazenados e sim transformados automaticamente em efluente.

Controle e gestão: o LFC Cloud otimiza o gerenciamento do processo

Integrado a um servidor em nuvem (conectividade IoT), o Biodigestor LFC possibilita monitoramento remoto do processo, através do LFC Cloud, um painel de gerenciamento online.  Com indicadores disponibilizados em tempo real, a ferramenta oferece subsídios para monitoramento e otimização do processo, para assim assegurar qualidade no desempenho e informações para gestão. Este recurso vai ao encontro da política de melhoria contínua aplicada pela Tilibra, item prioritário do SGI da empresa.

Recursos e benefícios do LFC Cloud:

  • Transparência na geração de resíduos;
  • Visibilidade sobre padrões e estatísticas da operação;
  • Monitoramento de desempenho através de gráficos e indicadores;
  • Alertas em tempo real sobre o processo;

Vantagens do Biodigestor LFC para a operação da Tilibra

Conforme destacamos acima, o uso do Biodigestor LFC para o processamento dos resíduos orgânicos gerados na Tilibra tem potencial de gerar enormes benefícios ambientais. No entanto, a parceria da empresa com a Eco Circuito tem perspectiva de proporcionar uma série de outras vantagens à operação e ao negócio.

Desde 2006, o aterro da cidade de Bauru, onde fica a fábrica da Tilibra, está interditado para resíduos orgânicos, pelo risco de transbordo de chorume. Desde então, restos de alimentos são destinados para o aterro privado de Piratininga, cidade no entorno. A operação aumenta em 60% os gastos públicos com coleta, além de aumentarem o volume de emissões com transporte.

Isso significa que, ao reduzir a zero o volume de alimentos destinados para aterros, a Tilibra não só reduz seu impacto e otimiza seus resultados, como gera benefícios sociais e ajuda a reduzir o déficit da atuação do poder público.

Outro indicador positivo é a aproximação entre metas da companhia e resultados efetivos. A Tilibra pretende ter menos de 1% de seus resíduos destinados ao aterro sanitário até o fim de 2020. Com o uso do equipamento para destinar adequadamente os resíduos orgânicos, esses resultados se tornam ainda mais factíveis.

Segundo Vivian Angelucci, Engenheira de Segurança e Meio Ambiente da Tilibra, responsável pelo projeto de implantação do Biodigestor LFC na operação, “com a instalação do Biodigestor, conseguimos alinhar as metas da empresa de redução de volume destinado aos aterros sanitários, pois entendemos que essa deve ser a última alternativa a ser adotada para destinação de resíduos. É um equipamento eficiente e de fácil operação”.

Tilibra e Eco Circuito: o início de uma parceria promissora

Instalada em janeiro, a solução representada pela Eco Circuito tem pouco mais de 6 meses em funcionamento na Tilibra e excelentes perspectivas de resultados.

“Ficamos felizes pela parceria com uma das mais conhecidas indústrias do país, rumo a uma operação mais sustentável e circular. Nos próximos meses, junto das equipes internas envolvidas no projeto, seguiremos medindo e gerenciando o processo, para torná-lo cada vez mais efetivo, e identificar oportunidades para que possamos reduzir a geração de resíduos na operação,” complementa Eduardo Prates, diretor executivo da Eco Circuito. #FightFoodWaste

Ainda há uma longa jornada para a economia circular, mas acreditamos que, trabalhando em rede, podemos construir um #MundoMaisVivo para as próximas gerações. Esperamos que a iniciativa (e o exemplo) da Tilibra inspirem mais profissionais e corporações no caminho da sustentabilidade. 

Para saber mais sobre como podemos auxiliar sua empresa neste processo, entre em contato com um de nossos especialistas em gestão de resíduos!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

POSTS MAIS RECENTES

Inscreva-se na nossa newsletter

ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS